Doar sangue ato que salva vidas

Publicado por em 14/06/2021

Nesta segunda-feira (14), é comemorado o Dia Mundial do Doador de Sangue. Criado em 2004, pela Organização Mundial de Saúde (OMS), a data visa homenagear a todos os doadores e conscientizar a população sobre a importância deste ato.

Foto: Banco de Imagens

Além disso, esta data fortalece a oportunidade para chamar atenção das autoridades para que forneçam recursos suficientes e infraestruturas adequadas para aumentar a coleta de sangue no país. Destaca-se que OMS recomenda que o percentual ideal de doadores para um país esteja entre 3,5% e 5% de sua população. No Brasil, esse número é preocupante, pois não chega a 2%.

Em Santa Catarina, especificamente no litoral norte, por exemplo, os voluntários têm que se deslocar para Blumenau ou Florianópolis, o que dificulta as doações. Já foram realizadas três audiências públicas para criação e instalação de uma unidade de coleta de sangue na região. Sendo escolhido o município de Itajaí para sediar, tendo em vista a aproximação com outros municípios que também são deficitários neste tipo de serviço. Porém, no momento nada foi efetivado.

Segundo a ex Coordenadora do Movimento Pró Hemosc de Itajaí, Gloria Maria Del Castel, o movimento trabalha para convencer o governo da necessidade de um centro de coleta na região. “É um dia que mais uma vez, estamos nos mobilizando para sensibilizar as autoridades para que esse centro seja instalado. Todos os procedimentos já foram tomados, o que está faltando agora é o Hemosc Estadual tomar consciência da necessidade e ter uma iniciativa”, desabafa.  

O Bote a Boca no Trombone desta segunda-feira (14), em homenagem a essa causa, conversou com a ex Coordenadora do Movimento Pró Hemosc, Glória Maria Del Castel.

Confira:


Opnião dos Leitores

Deixe uma Resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



Faixa Atual

Título

Artista