Ácido Úrico – Já dizia o saudoso Chacrinha: Quem não se comunica…

Publicado por em 04/06/2021

Eu queria poder trazer na coluna de hoje um punhado de coisas boas, novidades na vacinação ou algum lançamento importante para a nossa cidade. Alguma programação para o feriadão ou as ações da fiscalização a frente do aumento no movimento na cidade. Mas, infelizmente, isso não será possível.

Silêncio

Até as 16:28 desta sexta-feira, nenhuma notícia havia sido publicada no site da Prefeitura de Balneário Camboriú. Ontem, feriado, apenas o boletim diário foi disponibilizado no site. Uma cidade como a nossa, em constante movimento, e não ter absolutamente nada para noticiar, é muito deprimente.

Sem comunicação

As coisas não andam fáceis para quem é jornalista. Assim como na prefeitura de Camboriú, na de Balneário também estamos enfrentando grandes dificuldades. Perguntas sem respostas, a dificuldade em conseguir informação e problemas em interpretar perguntas simples, são apenas alguns dos problemas enfrentados por quem trabalha com a notícia. Bons profissionais saíram do grupo e a coisa parece não andar. O que me conforta é saber que não sou o único a enfrentar esse mesmo problema. Não quero acreditar que o prefeito esteja ciente de tudo isso sem tomar nenhuma atitude.

Fiscalização

Não se ouve mais falar em fiscalização. Ações contra COVID ficaram no passado. Tem até “casa de tolerância” aberta na cidade e continuam funcionando a todo vapor sem que a fiscalização mexa uma palha. O maior acontecimento em toda semana se resumiu a uma live do meio ambiente, dentro de uma empresa privada, com um amontoado de gente para deixar tudo rodando bonitinho. E claro, vários comissionados assistindo e comentando nas redes.

PIB brasileiro foi assunto da semana

O Produto Interno Bruto brasileiro cresceu 1,2% no 1º trimestre de 2021 e voltou ao patamar pré-pandemia.Frente ao mesmo trimestre de 2020, avanço foi de 1%. O resultado veio acima do esperado. A mediana das projeções de 55 instituições financeiras e consultorias procuradas pelo Valor Data era de alta de 0,7% na comparação com o 4º trimestre, e de 0,5% em relação ao 1º trimestre de 2020.

PIB catarinense em alta

Já estado de Santa Catarina acelerou o crescimento econômico no primeiro trimestre de 2021, refletindo numa alta de 2,9% do produto Interno Bruto (PIB) nos últimos 12 meses, entre março de 2020 e março de 2021, em comparação ao período anterior. O resultado é puxado pelo setor de serviços, mostra que a economia catarinense tem desempenho acima da média nacional e que a indústria mantém ritmo de recuperação das perdas na pandemia. A indústria de transformação, por exemplo, cresceu 17,8% neste primeiro trimestre, quando comparada com o mesmo trimestre de 2020. Na mesma comparação, os serviços cresceram 9,4%, o comércio 7,7%, as exportações 4,3% e as importações 46,6%. O povo catarinense mostrando como se faz.

Brasil com produção própria de vacina

Ao inciar a produção nacional do IFA (Ingrediente Farmacêutico Ativo) para vacinas da COVID-19, o Brasil passará a integrar o pequeno grupo de 5 países a ter produção própria de vacinas. O acordo de transferência de tecnologia para a produção de vacinas no Brasil, entre a Astrazeneca e a FioCruz, projetará uma produção de 100 milhões de doses de vacinas no segundo semestre, que serão distribuídas a estados e municípios. O presidente da república afirmou que todos serão vacinados até o fim de 2021 no país. Que assim seja.

Investimentos estaduais em rodovias federais

Já estão em vigor em Santa Catarina as leis que viabilizam a liberação de recursos dos cofres do Estado para obras em rodovias federais. A partir de agora, a Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade (SIE) pode dar andamento ao processo, que prevê investimentos de R$ 350 milhões em três estradas federais. São R$ 200 milhões para as obras da BR-470, R$ 100 milhões para a BR-163 e mais R$ 50 milhões para a duplicação da BR-280, entre Joinville e São Francisco do Sul.

Imunização avança em Santa Catarina

Santa Catarina acelerou o ritmo da vacinação contra a Covid-19 nos últimos sete dias. O aumento no número de doses aplicadas foi de 75%, na comparação com os sete dias anteriores. Segundo os dados disponibilizados no vacinômetro do Governo estadual, foram 274.143 doses entre 26 de maio e 2 de junho, com uma média diária de 39.163. Nesta quarta-feira, Santa Catarina recebeu mais 209.750 doses da vacina AstraZeneca. Uma nova remessa, desta vez com 21.060 doses da Pfizer, deve aterrissar ainda nesta sexta-feira em Florianópolis.

Dengue continua sendo um grande problema no estado

Um homem de 49 anos, morador de Camboriú, é a 4ª vitima por complicações causadas pela dengue em Santa Catarina. As outras três mortes foram registradas em Joinville em pacientes de 33, 49 e 75 anos de idade. Santa Catarina não havia registrado mortes por dengue há cinco anos. Até o último boletim, publicado nesta quinta-feira, eram 9.839 casos em Santa Catarina, sendo 167 em Camboriú. A melhor estratégia de prevenção das doenças transmitidas pelo Aedes aegypti continua sendo a eliminação de locais que possam acumular água.


Opnião dos Leitores

Deixe uma Resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



Faixa Atual

Título

Artista