Ácido Úrico – PL estadual engrossando o calibre para 2022

Publicado por em 23/04/2021

O PL catarinense aumentou o gabarito esta semana e deve vir grande para a disputa de 2022. Bom para Balneário Camboriú, em que o PL municipal faz parte do projeto.

Tem nome novo, e de peso, no PL de Santa Catarina

O assunto desta sexta-feira na política estadual está em torno da filiação de Jorge Seif, secretário nacional da pesca, no PL de Jorginho Melo. De acordo com Seif, a aproximação do presidente Jair Bolsonaro com o senador Jorginho Mello fortaleceu o caminho para que ele se filiasse à sigla, que é comandada pelo senador em Santa Catarina. Jorginho não perde tempo e tem tudo para vir grande em 2022.

Articulações traçam candidaturas para governo e senado

A ida de Seif para o PL vem consolidando o que vinha sendo falado nos bastidores há algumas semanas. Não é segredo para ninguém que Jorginho Melo vem para concorrer ao governo do estado, mas as intenções de Seif para o senado começam a parecer mais palpáveis neste momento de migração. A dúvida é de quem seria o vice de Jorginho nessa disputa. Dizem que o senador tinha ideia de um cara aqui da região, mas o rapaz teria se esquivado, provavelmente para pegar preço. Vamos ver se a ideia permanece.

PL de Balneário Camboriú no projeto estadual

Nesta história quem está ficando mais fortalecido é o PL de Balneário Camboriú, que tem um olhar especial por parte de Jorginho. Quais as intenções, ainda não tenho certeza, mas posso afirmar que o PL balnear pode ter uma participação forte em um possível governo de Jorginho Melo. Inclusive com um apoio por parte do presidente e, consequentemente, ajudando a cidade, não seria nada mal para a cidade ter, enfim, um governo estadual alinhado nos projetos daqui. O que não pode é ter birrinha.

Foto de reunião pode indicar bandeira branca no governo municipal

Por falar em PL de Balneário Camboriú, uma foto de um almoço entre o prefeito Fabrício Oliveira, o vice Carlos Humberto e o vereador Cristiano dos Santos, pode indicar uma bandeira branca em tudo que aconteceu em janeiro. Eu já previa que logo tudo se ajeitaria e até acho que demorou para acontecer. O mais engraçado nisso tudo é ver agora os governistas, que chamaram Cristiano de traidor, tendo que pedir a benção para o vereador.

Minha fonte disse: “É como um casamento. Dias bons, dias ruins, mas sempre juntos”. Aham… tá bom.

Para alguns, a democracia só serve quando tem benefício

A democracia e a liberdade de expressão só serve quando convém. Pelo menos é assim que alguns paladinos da justiça atuam na prática. Vivemos em um país democrático, nada nos impede de expor nossas opiniões, portanto façam valer esse direito. Em um passado não muito distante, teve político procurando cliente meu para fazer eu “parar de falar”, ao mesmo tempo em que “colega” de profissão me difamava por eu estar praticando o meu direito. O tempo passou e quem passa vergonha por falar demais, não sou eu. Viva a democracia!

A bagunça na fiação da 904

A Celesc trocou alguns postes nas ruas 904, 900 e Av Central. Legal, estão modernizando. Mas que bagunça é aquela das operadoras de telefonia, internet e TV, que ficou no local. Além de feio, está muito perigoso para todos que passam por ali. Se a Celesc que cobra o aluguel do poste destas empresas não organizou, a quem devemos recorrer? A COSIP ainda existe? Alô fiscalização. Alô Poder Público! Acorda gente!

Ferveu a declaração do presidente do PDT de Camboriú

A fala de Valmor Dalago, confirmando que Fabiano Olegário será o candidato do PDT para a prefeitura da Capital da Pedra, causou ciúmes e ferveu o caldo nos bastidores da política Camboriuense. Primeiro que o PDT é aliado ao governo Élcio e lançar o nome de alguém assim estando “pendurado” no governo, deixou uma galera de saia justa. Segundo que haviam outros nomes engatilhados, inclusive com articulação estadual, para uma possível candidatura. Ai já sabe, nos grupos a galera do PDT não sabe se defende Fabiano, Élcio ou Paulinha. Misericórdia.

Aglomeração com secretário pode?

Por falar em Valmor, após a entrevista polêmica circulou um vídeo onde o secretário aparece em uma festinha com churrasco, pinga e moda de viola. O local eu não sei, mas no caso de secretário esse tipo de aglomero está permitido? Quando eu digo que Camboriú não tem fiscalização, me chamam de bocudo. Além de não ter fiscalização, não tem exemplo por parte dos gestores.


Opnião dos Leitores
  1. Eliane   Em   25/04/2021 em 07:09

    A COSIP teve reajuste e readequação no início do Governo do Prefeito Fabrício, por seu Secretário Anderson, que hoje é vereador. O que o povo não viu, foram as melhorias prometidas para justificar esses aumentos de tarifas.

Deixe uma Resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



Faixa Atual

Título

Artista