Ácido Úrico – Sem articulação, governo apanha na Câmara de Vereadores

Publicado por em 16/04/2021

O governo de Fabrício Oliveira parece estar passando por um inferno astral que perdura há alguns anos. Não é de hoje que o governo leva sarrafada na Câmara, mas confesso que esse 2021 está sendo particularmente diferente.

Apertem os cintos, o secretário de articulação sumiu

Boa parte desse desgaste e consecutivas derrotas na Câmara, está pela atuação fraca da secretaria de articulação. Juro que fui checar se o secretário Orlando Angiolleti ainda está nomeado, pois o homem desapareceu faz tempo. Os projetos chegam para serem votados na Câmara de um jeito que, além da incompetência dos vereadores em não ler e nem se aprofundar no assunto, é nula a atuação da secretaria que existe justamente para fazer esse meio de campo entre executivo e legislativo. Quem te viu e quem te vê hein Angioletti.

Situação fraca

Além de uma articulação inexistente, o governo ainda tem uma base fraca na câmara. A oposição tem minoria, tem 3 ou quatro que se manifestam, e os 12 da situação estão apanhando igual cachorro magro. Os vereadores da base, em sua maioria, tem medo de ir para o embate, tem medo da tribuna, tem medo de defender o governo. É medo mesmo?

Projetos simples estão desgastando o governo porque a oposição cria uma narrativa que a situação não tem capacidade nenhuma de fazer o contraponto.

Cadê os leitos?

Faz mais de um mês que a prefeitura montou mais 4 leitos de UTI no Centro COVID de BC. Até agora não foram pactuados. E os 20 leitos de UTI prometidos pelo Estado, onde 5 viriam para Balneário Camboriú, onde estão? Nada ainda? Onde estão os “paladinos da justiça” da nossa cidade que não cobram isso do Governo Estadual?

Números do COVID em Camboriú

Não quero ser pessimista, quero muito estar enganado, mas me causou estranheza a história de que Camboriú tem o menor número de casos ativos da região. No dia 28 de março, Camboriú tinha quase o mesmo número de casos que Balneário (506 e 518 respectivamente). As coisas mudaram tanto em 3 semanas?

Ou estão testando pouco ou realmente a cidade tem que ser estudada. Não tem fiscalização, não tem respeito às regras, bares tem aglomero até altas horas, festas no interior bombam todos os fins de semana e muita gente não segue as medidas em locais públicos. A melhor maneira de começar a esclarecer isso, seria sabendo quantos testes foram feitos e quantos deram positivos nos últimos 15 dias. Perguntei para um assessor meio dia e não tive resposta. Cobrei e ele me passou para uma outra assessora, que até o fechamento desse texto, também não respondeu.

Por que esse mistério? Prefeitura de Camboriú tem algo para esconder?

O Podemos no governo de Daniela Reinehr

Me causou surpresa em saber que José Galvani Alberton, ex procurador geral de Balneário Camboriú, foi convidado para assumir a pasta do Desenvolvimento Econômico do Estado. De acordo com minha fonte, a indicação teria partido do próprio “chefe” do partido em Santa Catarina, Paulinho Bornhausen. Alberton teria negado com medo de ficar pouco tempo no cargo e acabar se desgastando.

Podemos indicando cargo em governo de bolsonarista? É estranho. Mas explica muita coisa, muita mesmo. Inclusive sobre a nomeação de Alberton aqui em Balneário Camboriú, ainda em 2017.

Deputada do PDT nos braços do MDB e com gente de carona

Carlos Chiodini postou em suas redes sociais, faceiro da vida, a visita da deputada Paulinha (PDT por enquanto), em Brasília, em conversa com o presidente do partido. Na conversa, a tira colo, estava o prefeito de Bombinhas, Paulinho Dalago. A conversa martela a ida da deputada para o MDB, assunto que já corria nos pelos corredores há meses. De acordo com Chiodini, Paulinho vai junto.

Fico pensando o que o saudoso Amadio Dalago, avô de Paulinho, pensaria disso. Logo o Sr. Amadio, o homem que mais brigou com o MDB na nossa região.

O Rei das Diárias de Bombinhas

Por falar em Paulinho, a viagem dele para Brasília, onde foi fazer política, teve diária e aéreas bancadas pelos munícipes de Bombinhas. O último pedido é de uma viagem do dia 12 ao dia 16 de abril. Embora a justificativa do pedido de diária contem várias visitas, não sei em qual dessas que Paulinho foi para o téti-a-téti com o Rêgo.

Alias, só em 2021, Paulinho ficou em Brasília 4 dias em fevereiro, 3 dias em março e 4 dias em abril. Se for buscar 2020, semana sim semana não, Paulinho estava viajando para a “capital do Brasil”. Rapaz compromissado.

A bagunça dos fios nos postes da Dubai

E a COSIP de Balneário, vai ou não vai? Desde a gestão do atual vereador Anderson que não vemos uma força tarefa para acabar com a fiação velha e clandestina que se amontoam nos postes da cidade. O ex-gestor e aspirante a Sherlok Holmes, tava mais preocupado em dar pitaco em obra pública e fotografar casa de funcionário, do que trabalhar neste sentido. E a bagunça continua. Quem está interinamente na gestão é o competente Julimar Dagostin, que também chefia o gabinete. Mas não acredito que sobre um tempo para o Coronel cuidar disso. Na direção está o Top5 de cargos assumidos na gestão, que é tão bom que não para em lugar nenhum. Será que vão mesmo sucatear a COSIP para depois privatizar, como dizem as más línguas?

Coronel não sai

Foi o que disse para mim o próprio Julimar Dagostin, após eu questionar sobre uns comentários que ouvi falando da sua saída do governo. Perguntei se ele tinha pedido o boné para curtir a aposentadoria no Caminho do Morro, em Dona Emma. Ele me garantiu que não, embora goste muito do lugar e tenha boas recordações.


Opnião dos Leitores

Deixe uma Resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



Faixa Atual

Título

Artista