Definido Tribunal Misto do Impeachment

Publicado por em 24/09/2020

Os integrantes do tribunal misto que vai analisar o processo de impeachment do governador Carlos Moisés e a vice-governadora Daniela Reinehr foram definidos na quarta-feira, 23. São dez nomes, sendo cinco deputados e cinco desembargadores.

O pedido de afastamento aponta a suspeita de crime de responsabilidade em aumento salarial dado aos procuradores do estado em 2019. As defesas do governador Carlos Moisés e a vice-governadora Daniela Reinehr negam.

Os deputados

Kennedy Nunes (PSD) – (29 votos)

Laércio Schuster (PSB) – (25 votos)

Luiz Fernando Vampiro (MDB) – (30 votos)

Mauricio Eskudlark (PL) – (30 votos)

Sargento Lima (PSL) – (30 votos)

Dos 40 deputados, 38 votaram na Alesc. Ricardo Alba (PSL) estava ausente no momento da votação e o presidente da Alesc, Julio Garcia (PSD), se absteve de votar. Os deputados Altair Silva (PP) e Paulinha (PDT) pediram para não ser votados. A parlamentar argumentou que, na condição de líder do Governo, não se sentiria à vontade em participar do tribunal misto.

Os desembargadores

Carlos Alberto Civinski

Cláudia Lambert

Luiz Felipe Siegert Schuch

Rubens Schulz

 Sérgio Rizelo

O nome de 80 desembargadores foi colocado em sorteio no Tribunal de Justiça de SC, sem o nome presidente do presidente do TJSC, Ricardo Roesler.

Próximos passos

O relator do tribunal será e definido, na sexta-feira (25), assim como o roteiro do julgamento.

Leia mais: DEPUTADOS DECIDEM POR PROSSEGUIR COM PROCESSO DE IMPEACHMENT DE GOVERNADOR E VICE


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



Faixa Atual

Título

Artista