Homem morre em confronto com a polícia durante abordagem

Publicado por em 23/08/2020

RONDA POLICIAL: O morto iria assaltar uma loja de conveniência. Primeiro homicídio do ano em Brusque. Localizado corpo de pescador.

Um homem ainda não identificado morreu na noite deste sábado (22) após ser baleado pela Polícia Militar, em Blumenau. O caso ocorreu por volta das 23h na rua Água Branca, no bairro Salto Weissbach.

De acordo com a PM, uma viatura fazia rondas na região quando observou um carro próximo a uma loja de conveniência. Ao se aproximar, três homens teriam saído correndo em direção ao mato.

Os policias conseguiram abordar o motorista do veículo e um passageiro, de 30 e 16 anos. Um deles teria contado que estavam em cinco pessoas e iriam assaltar a loja de conveniência. Um deles teria dito ainda que dos três que conseguiram escapar, dois estavam armados.

A PM fez buscas pelos fugitivos e localizou um dos homens na mata. Segundo a polícia, ele sacou um revólver calibre 38 municiado, ignorou as ordens da guarnição e foi baleado.

O Samu foi chamado para prestar socorro, mas o homem não resistiu e morreu. Nenhum policial se feriu. Os dois abordados dentro do veículo foram presos e levados à Central de Polícia. A arma que estava com o homem morto foi recolhida.

PRIMEIRO HOMICÍDIO EM BRUSQUE – Um homem foi esfaqueado no bairro Planalto, em Brusque, neste sábado (22), e acabou morrendo. Este é primeiro homicídio do ano na cidade.

O SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi chamado, mas, quando chegou ao local do crime, a vítima – Adriano Rodrigues Martins, de 30 anos – já estava sem sinais vitais.

O crime ocorreu por volta do meio-dia deste sábado (22), e o suspeito de ter desferido as facadas é um jovem de 17 anos. Ele foi encaminhado à delegacia de Polícia Civil de Brusque. O suspeito também teria envolvimento com tráfico de drogas.

CORPO ENCONTRADO – O pescador Edenir Nilson Francisco, de 49 anos, que estava desaparecido desde sexta-feira (21), foi encontrado sem vida nesta manhã deste domingo (23) em Florianópolis. Por volta das 8h30 um barco pesqueiro avistou o homem entre a Ilha do Arvoredo e Ponta das Canas.

Após encontrarem o corpo de Edenir, os pescadores acionaram o Corpo de Bombeiros, que foi até o local e chamou o IGP (Instituto Geral de Perícias). “Ni”, como era chamado pelos amigos e família, saiu com a embarcação Bonança por volta das 16h30 de sexta-feira da Barra da Lagoa para colocar redes de pesca na região da praia da Joaquina e Ilha do Xavier, que fica em frente à praia Mole.

As buscas pelo homem começaram ainda no sábado (22), por volta das 14h. A família pediu ajuda, após a vítima não retornar para a casa. Nem pelo rádio que o pescador tinha na embarcação conseguiram contato.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



Faixa Atual

Título

Artista